Meio AmbienteSemana Temática

Fórum Mundial da Água pela primeira vez no Brasil

 

Já discutimos por aqui o porquê do Saneamento Básico ser considerado a maior tragédia brasileira, já que o número de pessoas sem acesso ao saneamento básico (água, esgoto e resíduos urbanos) chega a assustadores 35 milhões, o que representa quase 17% da população brasileira.

Imagem: Creative Commons

Com o intuito de transformar essa triste realidade e solucionar alguns problemas como escassez hídrica; carência de saneamento e abastecimento; e melhoria na qualidade da água, acontece esta semana em Brasília, o 8º Fórum Mundial da Água.

Seca em Sobradinho/BA

O Fórum Mundial da Água, organizado pelo Conselho Mundial da Água, é o maior evento mundial sobre o tema “água”. O Conselho é uma organização que unifica todas as partes interessadas no tema. No âmbito do Fórum é que autoridades, usuários de água e representantes da sociedade civil se reúnem para discutir o tema da água sob a perspectiva da sustentabilidade.

Por sua abrangência política, técnica e institucional, o Fórum tem como uma de suas principais características a participação aberta e democrática de um amplo conjunto de atores de diferentes setores, traduzindo-se em um evento de grande relevância na agenda internacional.

A fim de estimular debates mais frutíferos, o Fórum se estrutura em seis componentes:

  • Temático
    Como orientação central para os debates e discussões.
  • Regional
    Com a apresentação das perspectivas das diversas regiões globais.
  • Político
    Oportunidade de promoção do diálogo com os representantes eleitos como prefeitos, parlamentares, governadores, ministros e chefes de estado.
  • Sustentabilidade
    Transversal a todos os outros componentes, promoverá o debate sobre os vários aspectos do uso sustentável dos recursos hídricos.
  • Fórum Cidadão
    Como plataforma aberta de discussão entre todos os interessados com vistas à troca de experiência, capacitação, estabelecimento de parcerias, etc.
  • Feira e Exposição
    Espaço para os interessados apresentarem suas contribuições e iniciativas, promovendo intercâmbio e troca de experiências.

Já nos primeiros dias do 8º Fórum Mundial da Água foi apresentado o Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos defende que canais de irrigação, estações de tratamento de água e reservatórios não sejam as únicas ferramentas de gestão hídrica disponíveis. O relatório reconhece a água não apenas como um elemento isolado, mas como parte integrante de um processo natural complexo que envolve evaporação, precipitação e absorção da água pelo solo.

O relatório também reconhece que a presença e a extensão da cobertura vegetal (como pastagens, zonas úmidas e florestas), a recomposição de solos e a proteção das bacias hidrográficas possuem um importante papel no ciclo da água e precisam ser o foco de ações para a melhoria da quantidade e da qualidade da água disponível, além de serem instrumentos eficazes na redução do impacto dos desastres naturais.

Além disso, a realização do Fórum Mundial da Água é uma importante oportunidade de conscientização sobre a importância da água e do uso responsável desse recurso tão precioso à vida do planeta. O tema “Compartilhando Água” traz a expectativa de que o tema água alcance a mesma relevância política de temas mais tradicionais.

Para mais informações sobre o 8º Fórum Mundial da Água visite o site: http://www.worldwaterforum8.org

 

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *