CulturaMeio Ambiente

Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental exibe 121 filmes de 31 países em São Paulo

Mostra Ecofalante 2018

Com entrada franca, o mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado a temas socioambientais acontece de 31/05 a 13/06 em diversas salas de SP

 

A Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é considerada como o mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado a temas socioambientais. No total, são exibidos 121 filmes, representando 31 diferentes países.

A iniciativa celebra a Semana Nacional do Meio Ambiente e o Dia Mundial do Meio Ambiente (que se comemora no dia 5 de junho). O evento tem entrada franca e acontece de 31 de maio a 13 de junho.

O grande homenageado do ano é Chico Mendes (1944–1988), seringueiro, sindicalista, ativista político e ambientalista brasileiro que se tornou expoente na defesa da Amazônia. No marco dos 30 anos de seu assassinato, o festival apresenta alguns filmes internacionalmente premiados e aclamados pela crítica. Está agendado ainda um debate sobre o legado deste ativista pela proteção da floresta com presença de sua filha, Elenira Mendes e da atual vice-presidente do Conselho Nacional dos Seringueiros Edel Nazaré de Moraes Tenório.

Chico Mendes
Imagem: R7

Há também uma retrospectiva dedicada a um dos nomes mais importantes da história do cinema alemão e um dos cineastas mais originais de todos os tempos, Werner Herzog está no centro do Panorama Histórico da 7ª edição da Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental. A retrospectiva traz algumas de suas mais impactantes obras, onde o conflito entre a natureza e o homem estão fortemente evidenciados.

Werner_Herzog
Imagem: Divulgação

A programação inclui ainda a Mostra Internacional Contemporânea com produções organizados em seis temas: campo, cidades, consumo, povos e lugares, preservação e trabalho. Um dos destaques é documentário Sob a Pata do Boi, que revela como opera a cadeia da pecuária na Amazônia, principal vetor de desmatamento da maior florestal tropical do mundo. Dentro da Mostra Contemporânea irá rolar diversos debates sobre as seis temáticas do evento. Você pode conferir a programação dos debates aqui.

Sob a Pata do Boi
Imagem: Divulgação

A Mostra inclui também a Competição Latino-Americana com produções representando oito países da região, além de apresentação em realidade virtual  que oferece uma experiência com imagens, sons e aromas de uma aldeia amazônica. Os trabalhos concorrem a premiações de R$ 15 mil e R$ 5 mil.

Há também espaço para a competição de produções socioambientais de escolas e cursos audiovisuais, sessões infantis, o Programa Ecofalante Universidades e a Mostra Escola, ambos voltados à exibição e à discussão em espaços educacionais.

Completam a programação uma série de debates, o Seminário de Cinema e Educação, uma parceria do SESC-SP e da Ecofalante, os workshops “A Prática do Cinema Documental”, ministrado pelo renomado cineasta Jorge Bodanzky, e “O Audiovisual na Sala de Aula: A Arte a Favor do Meio Ambiente”, de responsabilidade de Edson Grandisoli, diretor educacional da Reconectta, biólogo, ecólogo e doutorando em Educação para a Sustentabilidade pelo Procam-USP.

Edson_Grandisoli
O workshop: O Audiovisual na Sala de Aula – a Arte a Favor do Meio Ambiente será ministrado por Edson Grandisoli. Imagem: Divulgação

O evento ocupa 82 salas de cinema e espaços culturais e educacionais de São Paulo, como Reserva Cultural, Centro Cultural Banco do Brasil, Espaço Itaú Augusta e o Circuito Spcine, entre outros. A mostra tem o objetivo incentivar projetos que contribuam para o desenvolvimento sustentável do planeta por meio da educação e da cultura.

Confira a programação completa e participe.

 

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *