ConsumoMeio Ambiente

Aliando o bem estar pessoal com o cuidado com a natureza – Cosméticos Cruelty-Free e Veganos

Já faz algum tempo que queria escrever sobre produtos voltados para a mudança de hábitos (de estilo de vida) que estou vivenciando nos últimos anos. E acredito que a Semana Temática sobre Consumo Consciente seja a oportunidade perfeita para isso.

Pode não parecer em um primeiro momento, mas muita coisa boa vem acontecendo no âmbito empresarial. Por estarmos mais atentos e conscientes de nosso importante papel enquanto consumidores, as empresas têm buscado se adequar melhor à questão da sustentabilidade, aos impactos gerados (lembrando que também é possível que as empresas gerem impacto positivo como o impacto social que algumas já promovem para comunidades localizadas próximas), e à melhor relação com seus clientes.

Imagem: Creative Commons

E nesse cenário de “luz no fim do túnel” conheci, movida pela curiosidade e vontade de mudar ao menos a minha realidade, várias empresas e marcas preocupadas em reduzir seus impactos na natureza, em não realizar testes em animais e também em não utilizar quaisquer ingredientes de origem animal em seus produtos.

São empresas e marcas que buscam a redução da utilização de plástico em seus produtos, que o substituíram por materiais de decomposição facilitada ou que possam ser reaproveitados para outros usos, ou até mesmo possuem logística reversa para as embalagens de seus produtos. São aquelas que substituíram materiais tóxicos ao ser humano e a natureza por outros hipoalergênicos e biodegradáveis. São aquelas cruelty-free – que não realizam testes em animais – e veganas.

Imagem: Creative Commons

Com relação a essas últimas, há um grande debate alertando sobre a utilização indevida por algumas marcas de selos que indicam tanto a cruelty-free quanto a empresa ser vegana. Por isso é importante, ainda que não suficiente, que você se informe a empresa ou produto que você deseja consumir é o que afirmam ser. E como fazer isso? Verificando se tal empresa conta no cadastro das organizações e ONGs que conferem tanto os selos de cruelty-free quanto os selos de empresa vegana.

Algumas das organizações que certificam empresas são:

– Leaping Bunny (clique aqui, para acessar)

Oito grupos nacionais de proteção animal – American Anti-Vivisection Society, Animal Alliance of Canada, Beauty Without Cruelthy USA, Doris Day Animal League, Humane Society of Canada, Humane Society of the United States, New England Anti-Vivisection Society, National Anti-Vivisection Society – se uniram para formar a Coalizão de Informações ao Consumidor sobre Cosméticos (CCIC). O CCIC promove um único padrão abrangente e um logotipo internacional Leaping Bunny reconhecido internacionalmente.

– CCF – Choose Cruelty Free (clique aqui, para acessar).

O Choose Cruelty-Free é uma organização independente, sem fins lucrativos, sediada na Austrália, por isso a maioria dos produtos certificados por ela é australiana.

– PEA – Projeto Esperança Animal (clique aqui, para acessar).

A PEA é uma ONG brasileira que além de outros serviços voltados para a proteção animal, também disponibiliza em seu site uma listagem com empresas brasileiras que não testam seus produtos em animais e nem terceirizam esses testes para outras empresas.

– PETA – People For The Ethical Treatment Of Animals (clique aqui, para acessar)

A PETA é a maior organização de direitos dos animais do mundo, com mais de 6,5 milhões de membros e apoiadores. Ela concentra seu trabalho em quatro áreas em que o maior número de animais sofre com maior intensidade por períodos mais longos: em laboratórios, indústria de alimentos, comércio de roupas e entretenimento.

– SVB – Sociedade Vegetariana Brasileira (clique aqui, para acessar)

De acordo com seu site, o Selo Vegano é um programa de certificação de produtos criado e gerenciado pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) que atua nos ramos alimentício, químico (cosmético, limpeza e higiene) ou de vestuário. O Selo Vegano analisa e certifica produtos, e não as empresas, que atendam os seguintes critérios:

1.Produto sem ingredientes de origem animal *;
2.Empresa não testa produto finalizado em animais **;
3.Fabricantes fornecedores não testam os ingredientes em animais**.

Importante ressaltar que:
*A possibilidade de presença não intencional de traços de origem animal nos produtos, não é um fator que impede o produto de obter a certificação Selo Vegano SVB. A análise e verificação deste critério inclui tanto a composição quanto o processo de fabricação (mesmo se o ingrediente não estiver na composição do produto final).
**Alinhados com o Regulamento Europeu para Cosméticos – EU Cosmetic Regulation (EC 1223/2009), de 30 de Novembro de 2009, sobre a proibição completa da experimentação animal de qualquer tipo, no que diz respeito aos cosméticos e seus ingredientes, consideramos a data limite para testes, Março de 2013.

Certificado de Produto Vegano. / Imagem: Sociedade Vegetariana Brasileira

Essa última, uma das certificações voltadas exclusivamente para a certificação vegana pode deixar certa dúvida já que certifica apenas produtos e não as empresas como um todo. Isso acontece porque para se tornar vegana é necessário que TODOS os produtos, assim como toda a empresa não realize testes em animais e não usem qualquer ingrediente em seus produtos que sejam de origem animal e isso cabe também a terceirização de serviços.

Muita coisa não é? Pode parecer inicialmente difícil encontrar empresas que sejam veganas, mas não se preocupe! Vou deixar logo a seguir, baseada nas várias listas do blog Ari Vegan da Ariane Ficher,  empresas que mostram que com vontade e compromisso é possível!

Vizzela Cosméticos

Print do site da Vizzela Cosméticos. / Imagem: Vizzela Cosméticos

A Vizzela é uma marca de maquiagens brasileira cruelty-free, vegana e que ainda possui o selo Eu Reciclo (que significa que a empresa apoia e investe em reciclagem). Os produtos que são voltados para maquiagem se dividem nas categorias: sobrancelhas, olhos, lábios e pele e além de terem um preço justo contemplam uma ampla diversidade de tonalidades de pele (um viva a representatividade respeitada pela empresa). Para acessar o site da marca, clique aqui.

Os cosméticos da Vizzela cosméticos atendem a várias tonalidades de pele. / Imagem: Vizzela

Twoone Onetwo Eco Cosmetics

Marca brasileira de Novo Hamburgo/RS. Os produtos da Twoone NÃO contêm parabenos, petrolatos, sulfatos, silicones, fragrância sintética e ingredientes animais. É uma empresa cosmética cruelty-free e vegana que produz e comercializa produtos que se dividem nas categorias: unhas, maquiagem, facial, corpo e banho; e cabelos. Para acessar o site da marca, clique aqui.

Print do site da Twoone Onetwo. / Imagem: Twoone Onetwo

Surya Brasil

A Surya é uma empresa brasileira natural, orgânica certificada, vegana e cruelty-free que está no mercado há mais de 20 anos (o que demonstra a vanguarda e os valores éticos da marca) utilizando ingredientes naturais e não animais em seu processo produtivo. O destaque da marca fica por conta da coloração natural mais conhecida do mercado, a Henna. Além disso a empresa também possui produtos voltados para o cuidado do rosto, pele, cabelos e unhas. Para acessar o site da marca, clique aqui.

Print do site da Surya Brasil. / Imagem: Surya Brasil

 

Quer conhecer mais sobre produtos cruelty-free e veganos e entender melhor como funcionam as certificações ?

Corre lá no Ari Vegan blog da Ariane Ficher (clique aqui para acessar) e no Maquiando Sem Crueldade da Melissa Vieira (clique aqui para acessar) duas maravilhosas que mostram como se tornar mais consciente sobre o veganismo e sobre empresas que realmente se preocupam com nosso bem estar, com o bem estar dos animais e com a natureza!

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *