Consumo

O Destino do Óleo de cozinha


Você sabia que um litro de óleo pode contaminar até um milhão de litros de água?
O problema surge quando se pensa em descartar o óleo. Jogo fora na pia? Na descarga do vaso sanitário? No bueiro da minha rua? Não!
Muita gente não sabe, mas o descarte em local indevido do óleo de cozinha pode gerar graves consequências para o meio ambiente. Solo, água e ar podem acabar contaminados devido a um simples gesto corriqueiro em nossa cozinha. 
Prejuízos do óleo de fritura ao meio ambiente: 
  • Impermeabilização do solo, contribuindo para aumento de enchentes; 
  • Prejuízo à oxigenação e iluminação da água dos rios, causando danos à fauna aquática; 
  • Mau cheiro e poluição; 
  • Provoca o entupimento das tubulações nas redes de esgoto, aumentando em até 45% os custos de tratamento. 

Mas o que fazer então? A melhor alternativa é procurar alguma empresa ou entidade que reaproveite o produto. Nesse caso, basta armazenar o óleo já frio em uma garrafa PET ou qualquer outro frasco com tampa e fazer a doação. Não é necessário coar.

Esse óleo usado é transformado em resina para tintas, sabão, detergente, glicerina, ração para animais, biodiesel, produtos de agropecuária e matéria-prima para fabricação de outros produtos.

Veja os locais mais próximos na sua cidade para a coleta do óleo de cozinha: Postos de Coleta 
Ou então faça seu próprio sabão a partir do óleo de cozinha usado no dia-a-dia. 
Receita para fazer sabão a partir do óleo de cozinha: 
  • 5 litros de óleo de cozinha usado; 
  • 2 litros de água; 
  • 200 mililitros de amaciante; 
  • 1 quilo de soda cáustica em escama.
Preparo: 
Colocar, com cuidado, a soda em escamas no fundo de um balde. Em seguida, adicionar a água fervendo e mexer até diluir a soda. Acrescentar o óleo e mexer. Misturar bem o amaciante. Jogar a mistura numa fôrma e cortar as barras de sabão somente no dia seguinte.
IMPORTANTE: A soda cáustica pode causar queimaduras, ao dissolvê-la, use luvas e óculos de proteção para evitar acidentes. 
Faça o sabão longe de crianças e em ambiente ventilado. 

A participação de cada um é muito importante para isso! O Meio Ambiente e as futuras gerações agradecem!


Tags:

0 comentários

  1. Criei um grupo no Facebook chamado MOVER – Mercado de óleo vegetal reciclado. Lá vc pode negociar o seu óleo usado e obter dicas de como reciclar.

  2. Se você tem óleo de cozinha usado para doar na região de Campinas, Jundiaí, ABC, Sul de Minas e outras cidades de SP ou MG, entre em contato com o Projeto Reciclar . com . br. Se você deseja atuar com reciclagem de óleo mesmo sem ter veículos, autorizações ambientais e barracão de armazenamento, entre em contato, nós vamos lhe ajudar.

  3. Um milhão de litros de óleo coletados
    http://www.folhadolitoralcostaverde.com/folha%20do%20litoral%20pdf/fl%20122.pdf

    Nos sete anos da campanha – Não jogue seu óleo pelo ralo, foram coletados um milhão de litros de óleo que, transformados em matéria prima, foram utilizados pelas indústrias para produção de sabão e biodisel.
    Uma quantidade expressiva, mas que ainda representa menos de 5 % do óleo jogado nos lixões e ralos das praias da Costa Verde que, como “afluentes” dos rios, poluem a nossa Baía da Ilha Grande.
    O sucesso desta campanha se deve à adesão da rede de restaurantes de Paraty, Angra dos Reis, Ilha Grande e Rio Claro, do projeto de coleta nas escolas, da chancela do Passaporte Verde e da parceria com as prefeituras, instituições e empresas da região, aliada à campanha do PROVE .
    Com a adesão das escolas públicas e privadas, e a inclusão da coleta do óleo na pontuação do ICMS Ecológico, que ampliará a captação deste recursos para a prefeituras de Angra dos Reis, Paraty e Rio Claro, esta campanha dá mais um passo para consolidar-se como um projeto regional de educação ambiental sustentável, reafirmando o seu reconhecimento com um projeto referência pela campanha Global Passaporte Verde na RIO+20.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *