ConsumoSemana Temática

Máquinas trocam embalagens por créditos no Bilhete Único e desconto na conta de luz

Uma startup de São Paulo trouxe para o Brasil um projeto que já faz sucesso pela Europa e Ásia. É uma máquina de reciclagem que reverte embalagens vazias em créditos ou descontos para o consumidor.

Projetada pela Triciclo, a Retorna Machine é uma máquina de venda reversa (“reverse vending machine”), destinada a recolher resíduos sólidos reutilizáveis e ou recicláveis, como PET, latas de alumínio, embalagens longa vida, vidro. A ideia é evitar que esses materiais sejam descartados de maneira errada e ainda conscientizar as pessoas sobre a importância da reciclagem e da logística reversa fechando o ciclo do produto.

 

As máquinas de reciclagem ficam em pontos movimentados da Grande São Paulo como estações de metrô, terminais de ônibus e shopping centers.

O funcionamento é bem simples: basta o usuário se cadastrar no site ou app do projeto, levar o recipiente reciclável, inserir na máquina e esperar ela gerar pontos. A máquina reconhece o material por meio de um leitor de código de barras e computa pontos triciclo no perfil do cidadão. Cada garrafa de PET vale 10 pontos, enquanto a latinha vale 15. A cada 100 pontos, o usuário pode resgatar R$0,35 em crédito no Bilhete Único, R$0,27 centavos em desconto na conta de luz ou ainda, podem ser doados para projetos sociais.

 

No site e no aplicativo também é possível saber a disponibilidade de cada máquina (o quanto do compartimento está cheio), bem como filtrar pelo tipo de material que cada Retorna Machine coleta (PET, alumínio, Tetrapak, Vidro). Assim você não corre o risco de não conseguir depositar os seus resíduos porque a Retorna Machine está cheia.

Todo o material coletado é tratado pela própria Triciclo (que faz a triagem, classificação, prensa e enfardamento) para envio às cooperativas de catadores de lixo e empresas recicladoras. Em pouco mais de um ano de atividade, as Retorna Machines já coletaram mais de 800 mil embalagens, que foram revertidas em milhares de benefícios sociais.

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *