Cultura

O perfeito, o possível e o sustentável

 

Imagem: Mega Artigos

Estamos em uma era de perfeição. Tanta evolução ocorreu nas técnicas e procedimentos, que as opções se multiplicaram infinitamente. Você pode escolher tudo o que quiser, do exato jeito que quiser.

É possível uma fruta perfeita em cada quitanda ou supermercado, independentemente da estação do ano. É possível uma flor de cor específica em quantidades absurdas, para um evento ou para marcar o mês cor de rosa no país inteiro.

Pensemos por um instante em quantas flores cor de rosa foram utilizadas durante o último mês de outubro. Quer você entrasse em uma loja, um salão de beleza, um consultório médico, lá estava um lindo arranjo de flores cor de rosa. Alguns locais inclusive distribuíram rosas e flores cor de rosa para as mulheres. E ainda calculemos os metros de fita mimosa cor de rosa…

Imagem:: Janaína Steffen – Autossustentável

A Sra. Selima, minha avó, exclamaria: “parece que impossível!” E juntaria as mãos em frente ao rosto, boquiaberta com os olhos brilhando. Sim, na época dela, que nasceu em 1921, sequer havia possibilidade de algo assim. O modo de produção era outro e o consumo era infinitas vezes menor.

É inegável que um evento perfeito, ou um alimento perfeito, é o desejo de todos nós. Vemos beleza nisto, traz satisfação e um sentimento de plenitude. Todos nós gostamos.

O que preocupa e que fez com que eu refletisse foi o custo disto. E aqui não estou falando de custo monetário, pois existe sim quem possa pagar para que tudo seja perfeito.

Imagem: Na Raiz

Penso no custo para o equilíbrio, na sustentabilidade disto. No caso das fitas, uma fábrica pode sim direcionar a sua produção e entregar quilômetros de fitas de uma só cor. A repercussão da perfeição é minimizada por um planejamento estratégico, o que reduz os prejuízos.

Mas e a natureza? A monocultura é uma questão antiga e as suas repercussões são conhecidas hoje. O sustentável, em se tratando de meio natural, sempre foi a variedade. A natureza, em seu equilíbrio, não produz apenas frutos perfeitos ou flores de uma só cor.

Imagem:: Janaína Steffen – Autossustentável

É cediço assumir que esta perfeição não é sustentável. Por todos os custos que não conseguiremos assumir. E como fazer para que todas as mulheres lembrem-se do auto-exame no mês de outubro sem precisar de toneladas de flores da mesma cor?

Perfeição, no dicionário, significa o mais alto nível numa escala de valores, a excelência no mais alto grau. E aí está a nossa resposta, ou o início de uma nova forma de dar significado ao que consideramos perfeito.

Na escala de valores que está em equilíbrio com tudo aquilo que nos rodeia, o que seria a excelência em um evento? Qual seria o significado de um alimento perfeito?

Certamente que o sustentável precisa crescer em nossa escala de valores. Apenas então poderemos fazer escolhas mais compatíveis com o futuro que queremos.

Imagem: Inquima

Iniciativas Perfeitas:

  • Você já ouviu falar em supermercados que tem uma área de desconto para legumes e verduras que não tem um formato ou aparência perfeitos?
  • Você conhece alguma iniciativa de conscientização perfeita? Compartilhe!

 

Clique aqui para ler mais artigos de Janaína Helena Steffen

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *