ConsumoSemana Temática

O trem do futuro é movido à hidrogênio, não polui e atinge 140 km/h

Trem Movido a Hidrogênio

O primeiro trem movido a hidrogênio e com zero emissão de poluentes está chegando. Seu nome é Coradiai Lint e deverá entrar em operação até o fim deste ano.

 

Extremamente silencioso e com capacidade de atingir até 140 km/h, o trem usa apenas hidrogênio como combustível. Assim, garante-se emissão zero de poluentes na atmosfera, uma vez que só emite vapor e água condensada. Ou seja, não há produção de CO2, o gás carbônico, que é um dos principais responsáveis pelo aquecimento global.

O trem combina diferentes elementos inovadores, como conversão de energia limpa, armazenamento de energia flexível em baterias e gerenciamento inteligente de energia de tração e energia disponível. Um projeto de mobilidade sustentável, especialmente no que diz respeito à energia limpa.

Trem hidrogênio
Imagem: Alstom

Outra grande vantagem é que permite que se chegue (ou transite) em áreas que não possuem infraestrutura elétrica.

Como funciona:

O trem utiliza como combustível gás hidrogênio (H2), que fica armazenado em reservatórios no seu teto. Quando esse hidrogênio se combina com o gás oxigênio (O2) presente no ar, ocorre uma reação exotérmica (que libera energia) e que gera vapor na atmosfera e água condensada, que também é armazenada no teto do trem.

Células de hidrogênio não são a única fonte de energia: o trem também possui baterias de íon-lítio que conseguem armazenar energia. A energia das células é usada durante a aceleração, e as baterias são carregadas com a energia que sobra das células e quando o trem freia. As baterias usam sua energia em momentos de aceleração mais leve, o que ajuda na economia de combustível.

Trem hidrogênio
Imagem: Alstom

Recém premiado no Prêmio Green Tec Mobility 2018, o projeto está em fase de testes na Alemanha e deverá entrar em operação já no segundo semestre de 2018.

 

Com informações: AlstomInova SocialOlhar Digital e Super Interessante

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *