ConsumoMeio Ambiente

As emissões vêm da agropecuária (e da ilegalidade do desmatamento)

O Brasil é um dos 10 maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo.

GEE
Imagem: Creative Commons

Pudera! O Brasil é, há algum tempo, uma das 10 maiores economias do mundo, possui uma das 10 maiores populações do mundo e é um dos 10 maiores países do mundo. A grandeza gera grandeza e, por consequência, os problemas associados à grandeza.

Contudo, o Brasil é uma grande exceção no que tange a emissões de gases de efeito estufa. Considerando países com o mesmo grau de desenvolvimento que o nosso, seria de esperar que a ampla maioria de nossas emissões seria aquela relacionada à atividade industrial ou mesmo aos serviços. Mas etse está longe de ser o nosso caso.

De acordo com o inventário de emissões da SEEG – Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa, iniciativa do Observatório do Clima que conta com o apoio da nata da pesquisa climática brasileira, os dados de 2016 (mais atualizados, inclusive, que os dados do governo) mostram que 73% do total das emissões brasileiras, vêm da atividade agropecuária.

Gado
Criação extensiva de gado. Imagem: Jornal Oeste

Ora, ante o peso da agropecuária para a economia brasileira é natural que haja um grande peso em sua participação total. Mas, infelizmente, é algo desproporcional – estimativas comparativas entre emissão de GEE no Brasil e no mundo mostram que nosso gado emite quase o dobro que a média mundial – seja por conta de técnicas pouco eficientes, seja por pouca preocupação.

Soja
Plantações de soja e a ameaça do deflorestamento. Imagem: IPAM

A eficiência é, neste sentido, necessária para que possamos cumprir qualquer meta de redução. E temos uma meta autoimposta muito clara: uma redução de quase 40% das emissões totais de GEE no Brasil até o final da próxima década. Mais do que essa, contudo, consta a meta de eliminação das emissões por desflorestamento ilegal nesse mesmo período. E aí que consta nosso problema: a ilegalidade das emissões.

Queimada
Queimada no bioma cerrado. Imagem: EBC

Hábitos alimentares podem ser alterados, hábitos de consumo podem ser observados, mas o principal problema do Brasil é, foi e tende a continuar sendo o cumprimento da lei. Fica para o futuro a dúvida sobre a complexidade que será o seu cumprimento pleno.

 

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *