Semana TemáticaUrbanidade

Triciclo para inclusão de crianças com deficiência

triciclo

O triciclo adaptado para que crianças com deficiência participem de corridas de rua.

O triciclo, ainda em fase de ajustes, foi desenvolvido para o grupo Heróis Sobre Rodas, uma iniciativa independente, constituída por voluntários que promovem corridas utilizando triciclos e handbikes para pessoas portadoras de necessidades especiais.

Assim, o triciclo é adaptado para que crianças com deficiência participem de corridas de rua, ajudando crianças que necessitam de auxílio especial para se locomoverem e, criando assim, uma nova dinâmica de interação com suas famílias e cuidadores.

O projeto foi desenvolvido pelo Instituto SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) de Inovação em Materiais Avançados em São Bernardo do Campo e CDI – Centro de Design Integrado em São Caetano do Sul, em parceria com a Dassault Systèmes e conta com a ajuda da empresa Calfér, de São José dos Campos, para materializar o protótipo.

Desenvolvido pelos profissionais de Design Guilherme Castellini e Fernanda Moreira e de Engenharia e Manufatura Paulo Kazuo Inoue e Flávio Rodrimar Rodrigues, o triciclo chama atenção pelo seu design e pelos seus atributos ergonômico, funcional e técnico. Devido às suas características, o triciclo foi batizado de ‘Apuama’, que em tupi-guarani significa “veloz, velocidade e movimento”.

triciclo
Imagem: Divulgação

Totalmente compacto, o triciclo pesa somente 20 quilos e tem capacidade para suportar 50 quilos e crianças com até 1,60 metro de altura. Sua roda dianteira apresenta duas posições. A posição fixa apropriada para corridas e a posição giratória mais indicada para caminhadas. Além disso, cabe destacar a suspensão independente para cada eixo, que auxilia a condução em terrenos acidentados.

O triciclo também dispõe de um eixo central dobrável e rodas removíveis, facilitando seu transporte e sua desmontagem. Além disso, possui cinto de segurança de cinco pontos e plataforma para os pés com faixas de proteção.

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *