Semana TemáticaTurismo

Entenda a diferença entre turismo de aventura, ecoturismo e turismo sustentável

As atividades turísticas podem ser bastante prejudiciais ao meio ambiente, uma vez que se faz uso do patrimônio natural sem considerar a sua conservação, o que prejudica a natureza como um todo. Mas não se preocupe, há soluções para este problema.

Há diferentes modalidades de turismo com atividades que prezam pela preservação da natureza e de seus recursos. Para te ajudar a encontrar a modalidade certa para você aproveitar melhor a experiência da viagem, vamos explicar neste post a diferença entre turismo de aventura, ecoturismo e turismo sustentável.

Assim, ficará mais fácil para você escolher qual dessas modalidades mais se encaixa nas suas preferências! Vamos lá!

Turismo de aventura

É a modalidade em que o turista protagoniza atividades de aventura relacionada à “experiência física e sensorial recreativa que envolvem desafios e que podem proporcionar sensações diversas como liberdade, prazer e superação”.

Elas podem ocorrer em diversos espaços, seja natureza ou em algum equipamento construído, seja em área urbana ou rural. Vale lembrar que é considerado turismo de aventura modalidades de caráter recreativo e não competitivo – quando há competição, é considerado Turismo de Esportes.

Imagem: Creative Commons

Como exemplos de atividades desta modalidade: trilhas, canoagem, rapel, mountain bike, surf, mergulho, trekking, arborismo, exploração de cavernas entre outras atividades.

Ecoturismo (ou turismo ecológico)

De acordo com a Sociedade Internacional de Ecoturismo, a modalidade de Ecoturismo é uma viagem responsável em áreas naturais, visando preservar o meio ambiente e promover o bem-estar da população local.

O Ecoturismo possui entre seus princípios a conservação do patrimônio natural e cultural aliada ao envolvimento das comunidades locais e a consciência ambiental nos turistas. As atividades devem promover a reflexão e a integração entre homem e ambiente, com envolvimento do turista nas questões relacionadas à conservação dos recursos, educação e desenvolvimento socioeconômico do destino escolhido.

Imagem: Creative Commons

Dentre as atividades relacionadas com essa modalidade destacam-se: Tirolesa, Cavalgada, Boia-cross, espeleologia, observação de fauna e flora, rafting, dentre outros.

Turismo sustentável

É mais que um segmento do turismo. O Turismo Sustentável propõe 7 princípios técnicos que devem ser sempre respeitados. São eles:

  • Respeitar a legislação vigente;
  • Garantir os direitos das populações locais;
  • Conservar o meio ambiente natural e sua diversidade;
  • Considerar o patrimônio cultural e valores locais;
  • Estimular o desenvolvimento social e econômico dos destinos turísticos;
  • Garantir a qualidade dos produtos, processos e atitudes;
  • Estabelecer o planejamento e a gestão responsáveis

Assim, o Turismo Sustentável é a atividade que satisfaz as necessidades dos turistas e as necessidades socioeconômicas das regiões receptoras, enquanto a integridade cultural, a integridade dos ambientes naturais e a diversidade biológica são mantidas para o futuro.

Um turismo que se desenvolve de forma sustentável envolve questões como a gestão dos recursos econômicos, sociais e estéticos, e mantém a diversidade biológica e particularidades culturais. Por isso, ele não é feito apenas quando o roteiro envolve trilhas ou esportes radicais.

Imagem: Passaporte Verde

Quer saber dicas de como ser um turista sustentável? Fizemos um post incrível com um miniguia para te ajudar. Para acessar, clique aqui.

 

Com informações: Ministério do Turismo, Ministério do Turismo e Pé Na Trilha

 

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *