ConsumoMeio AmbienteSaúde

Simples e Novo – Transformando e Reinventando a forma de Viver

Trinta dias e um novo mundo se apresenta aos nossos olhos de forma cada vez mais clara. Na verdade, são dois movimentos como sempre: o movimento do “fica tudo como está” e o movimento dos “novos ares são bem vindos”. Estamos vivendo o epicentro de uma transformação. Talvez no futuro não sejamos apenas o resultado de apenas um desses movimentos. Seremos uma mistura de tudo o que conseguirmos manter, criar e recriar.

Sem dúvida são dias e mais dias de reflexão. Acredito que todos nós estamos passando, em alguma medida, por um balancete de vida. Principalmente revendo as prioridades, definindo o que é importante de verdade, pois o momento não nos deixou opção de supérfluos.

Imagem: Creative Commons

Temos experimentado novas formas de consumo. Quem nunca havia utilizado o telefone para chamar a farmácia, a mercearia, a fruteira e o supermercado? Provavelmente se você, como eu, adorava ir à feira e ao supermercado presencialmente e religiosamente notou a diminuição da conta no fim do mês. Sim, estamos menos expostos às ofertas, pechinchas e lojas que ficavam no caminho. Mas estamos mais suscetíveis aos anúncios online.

Em termos de trabalho, quem nunca havia utilizado o WhatsApp para atender clientes, se viu obrigado a reinventar seus atendimentos, buscar meios de manter a comunicação profissional. Também estamos experimentando a mistura de vida doméstica e trabalho em poucos metros quadrados. Está sendo testada a sua capacidade de manter foco, de separar os assuntos, mesmo tendo que desempenhá-los no mesmo espaço físico.

Imagem: Creative Commons

Nos relacionamentos, que chance dourada de “re-conhecer” seus familiares. De repente estamos juntos dia e noite, precisamos cooperar e compreender mais do que nunca. É um grande desafio seja para casais, famílias, solteiros que passaram a cuidar de idosos. Ironicamente, dia 27/3 completei 10 anos de casada e deveríamos partir para conhecer lugares pitorescos – A viagem dos 10 anos. Ganhamos de presente um intensivo de convivência para ajustar ponteiros e planejar os nossos próximos 10 anos. Tem sido muito bom poder colocar em dia vários assuntos que foram ficando para trás.

É possível que muitos, após este período, retornem de onde pararam e tentem fazer poucos ajustes. Mas definitivamente todos foram tocados por dentro. Você pode não ter surtado, mas reavaliou muita coisa. Você pode não transformar seu comércio em loja virtual, mas buscou entender como funcionar em delivery. Pode ser que você tenha se mantido no emprego, ou com seu salário, mas definitivamente você começou a pensar em um plano B.

A necessidade de ficar em casa ainda não tem data para finalizar, porém não estamos parados. O momento nos fez inovar, nos fez pensar e está nos tornando a cada dia mais simples. Estamos reavaliando e “recalculando a rota”, como no GPS. E todas as rotas estão apontando para algo novo e simples. Simples, pois percebemos que conseguimos fazer muito mais com menos deslocamento, com menos custo, com menos energia. Novo, talvez porque nunca tenhamos pensado em agir assim enquanto estávamos correndo.

Imagem: Creative Commons

Confesso que na minha profissão, a advocacia, tudo sempre foi muito tradicional e cheio de procedimentos. Contudo, hoje não consigo mais visualizar como um advogado tradicional conseguirá se manter nos momentos que estão por vir. Meus atendimentos neste período me mostraram que o cliente de hoje não quer mais o que eu pensava que ele estava querendo. Ele mudou e eu estou criando novos formatos para poder atendê-lo e entregar exatamente o que ele veio buscar.

O que você percebeu que poderia ser muito mais simples? Quer contar para nós qual foi a sua grande sacada desse período?

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *