Cidades SustentáveisSemana TemáticaTurismo

Um mar de inclusão: cadeiras anfíbias auxiliam cadeirantes a aproveitar a praia

Com um litoral de 7.367 km e mais de duas mil praias, o Brasil é um verdadeiro paraíso para os amantes do mar. De norte a sul do país há opções tanto para quem procura o descanso quanto para quem gosta de festas e diversão à beira-mar.

Quando o assunto é turismo, as praias são os passeios mais procurados por brasileiros e estrangeiros. No entanto, as belezas das orlas brasileiras, muitas vezes, possuem pouca ou nenhuma acessibilidade para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

A acessibilidade nos espaços turísticos é um direito de todos, que independe de ter ou não uma deficiência. Esse direito que deve contemplar todos os segmentos que envolvem o turismo, tornando-os acessíveis para que as pessoas possam desfrutar das mesmas possibilidades e quaisquer serviços de lazer, turismo e trabalho.

No Brasil, são raros as praias que permitem a circulação livre de pessoas com deficiência, além das próprias cadeiras de roda não serem próprias para enfrentar a areia e acessar o mar. Assim, uma simples ida à praia pode ser um grande desafio para quem utiliza cadeira de rodas.

Imagem: Creative Commons

Cabe lembrar que existem diversas legislações e políticas públicas para que essas questões sejam vistas na prática. Contudo, nem todas as leis são cumpridas de maneira adequada, além de não serem fiscalizadas corretamente.

Mas, em tempos de inclusão social, alguns estados já possuem projetos sociais voltados para tornar viável o acesso e o banho de mar a cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Imagem: Disabled Accessible Travel

As esteiras acessíveis facilitam o acesso à praia e o deslocamento sobre a areia mais fofa e, as cadeiras anfíbias tornam o banho de mar seguro e inclusivo. As cadeiras anfíbias possuem pneus mais largos e de borracha e se assemelham a espreguiçadeiras com diferentes posições de encosto.

Para incluir os cadeirantes e ajudá-los a aproveitar a praia, o Praia para Todos, presente no Rio de Janeiro promove a acessibilidade nas praias cariocas, com uma equipe especializada em atividades esportivas e de lazer com pessoas com deficiência. São atividades como Handbike, Vôlei Sentado, Banho de Mar Assistido, Stand Up Paddle, Frescobol e Surf Adaptados.

Imagem: Praia Para Todos

Em Itanhaém, no estado de São Paulo, o projeto Praia Acessível, apoiado pela prefeitura, oferece cadeiras anfíbias para que pessoas com deficiência possam desfrutar das praias com autonomia e dignidade.

Outras cidades brasileiras que apresentam acessibilidade nas praias estão:

  • Bertioga, Guarujá, Santos, São Sebastião, Caraguatatuba, Ubatuba, Mongaguá e Peruíbe, em São Paulo;
  • Maceió, em Alagoas;
  • Porto de Galinhas e a Praia da Boa Viagem, em Pernambuco;
  • Balneário Rincão, Balneário Camboriú, Itapema e São Francisco do Sul, em Santa Catarina;
  • Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, no Paraná.

Além de promover a inclusão social, projetos sociais como estes, apoiados pelo poder público e/ou pela iniciativa privada, tornam a praia um local realmente democrático e inclusivo. Ganham as pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida, o setor do turismo e a sociedade.

 

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *