ConsumoSemana Temática

5 Iniciativas que incentivam o Consumo Consciente!

Refletir antes do momento da compra é excelente para sabermos se realmente é necessário adquirir determinado bem ou serviço. Hoje vamos falar sobre possibilidades para a uma nova forma de reduzir o que consumimos para combater o tão perigoso e impactante consumismo e reduzir nosso impacto no planeta.

Bem antes da moeda surgir, o comércio era realizado na base da troca, o escambo. E podemos notar que esse movimento vem ganhando força novamente, é cada vez mais comuns vermos feiras de trocas se espalhando mundo a fora. Dá para trocar de tudo um pouco!

Já pensou participar dessas feiras? E se dissermos que já é possível ter acesso ao universo das trocas via online?  Felizmente este movimento também cresceu online e via app. Livros, brinquedos, roupas, jogos de videogames e até conhecimento já podem ser trocados por intermédio do seu celular ou laptop. Tem de tudo e para todos!

Sabe aquele livro que você estava querendo comprar, mas o orçamento não permitia? Ou aquela ocasião que exige uma roupa mais formal e você não vê sentido em pagar tanto para usar a roupa uma única vez?  Ou seu filho está crescendo e você gostaria de trocar os brinquedos por outros mais adequados a idade dele? Ou aquele jogo de videogame que você enjoou e gostaria de trocar por outro mais interessante? Ou você está precisando de umas aulas de inglês mas ao saldo bancário não está contribuindo?

Calma que a seguir vamos apresentar algumas iniciativas super bacanas que além de incentivarem o consumo consciente também resgata a possibilidade de criarmos conexões sociais.

 

1. LivraLivro

Uma excelente notícia para os amantes de leitura!

O LivraLivro é um site destinado a troca de livros para leitores de todo o Brasil. Criado com a proposta de reduzir o consumo desnecessário, economizar dinheiro e conhecer leitores que partilhem do mesmo gosto literal, o site já possui 70 mil livros disponibilizados.

Imagem: LivraLivro

E o sistema de trocas é super simples: um livro por um ponto, e um ponto por um livro. Quando você envia um livro para outro leitor, você faz 1 ponto e com esse ponto você pode pedir outro livro de algum leitor. E o leitor que lhe enviar o livro que você solicitou também ganha 1 ponto, e o ciclo continua. Você pode entregar um livro e então solicitar outro.

Imagem: LivraLivro

O cadastro no site é simples e as 3 primeiras trocas são gratuitas como forma de incentivar os novos leitores. Os valores cobrados no planos são simbólicos (a partir de R$2.69) para a manutenção e funcionamento do site. Mais de 100 mil leitores já trocaram livros através do LivraLivro! E o mais importante, a Garantia LivraLivro: se o livro que você enviar for extraviado pelos Correios o seu ponto será computado para que você seja compensado. E se você não receber o livro, o seu ponto é devolvido.

 

2. Quintal de Trocas

Uma ótima oportunidade para ensinar às crianças a importância da troca e das conexões sociais.

Imagem: Quintal de Trocas

O Quintal de Trocas é uma plataforma online voltada para trocas de brinquedos, jogos, livros, fantasias e outros itens infantis, 100% gratuita, para o Brasil inteiro. Além de contar com a plataforma de trocas e cursos online, o objetivo é também levar a antiga vivência de brincadeiras de quintal onde as crianças partilhavam seus brinquedos para as escolas, praças, parques, facilitando o acesso a esta nova visão de mundo, a qualquer um que deseje participar desta mudança.

Imagem: Quintal de Trocas

As trocas de brinquedos online funcionam da seguinte maneira: a criança escolhe os brinquedos que deseja oferecer para troca e responsável cadastra os mesmos no site, enviando uma sucinta descrição dos brinquedos e fotos.  Uma vez realizado o cadastro, a plataforma exibe a lista de brinquedos disponíveis, que pode ser filtrada por tipo de brinquedo, marca, idade, cidade ou estado. Desta forma, a criança e seu responsável podem escolher o brinquedo que mais interessa e solicitar a troca. Caso o dono do brinquedo escolhido também se interessar pelo brinquedo que vocês cadastraram, a troca pode ser realizada, tanto pessoalmente, dependendo da distância dos interessados, como via Correios. Mais de 60.000 pessoas já foram impactadas pelo Quintal de Trocas!

 

3. Bliive

Criado como rede virtual de troca de conhecimentos, hoje o Bliive é um movimento que acredita na colaboração como forma de revolucionar a ideia de valor, tudo isso baseado na aproximação de pessoas através do compartilhamento de experiências.

Imagem: Bliive

No Bliive a ideia é que as pessoas possam usar suas experiências e seu tempo livre para ensinar e aprender, assim o tempo virá moeda de troca para novas vivências.  E o que são experiências nesta rede? Basicamente qualquer serviço, conhecimento ou ajuda que você queira oferecer. O que move o Beliive é o seu desejo de compartilhar e receber e não o valor da sua conta bancária.

E o funcionamento é bem prático: ao se cadastrar na rede você ganha automaticamente 5 Bliives (a moeda de troca virtual, cada uma delas vale uma hora) e pode solicitar experiências de outros usuários. Um outro usuário aceita trocar horas de experiências dele por seus Bliives. Ao término da experiência, você transfere os Bliives em troca da experiência vivenciada. Você também pode oferecer suas experiências e trocá-las por mais Bliives.

Imagem: Bliive

Mas que tipos de experiências? Bem, suponhamos que você saiba cozinhar, então pode trocar 1 hora de culinária com alguém que esteja solicitando essa experiência. Da mesma forma, suponhamos que você esteja precisando de aulas de forró, você pode trocar seus Bliives pelas horas de aula que participar.

 

4. Roupateca

Comprar roupas e entulhar o guarda-roupa com peças que serão usadas pouquíssimas vezes faz cada vez menos sentido.

Pensando em reusar, transformar, renovar e compartilhar roupas foi criada a Roupateca, um guarda-roupa compartilhado que funciona por assinatura mensal.

Imagem: Roupateca

Sediada em São Paulo, a Roupateca funciona da seguinte forma: você pode ter acesso às peças através de 3 planos que mudam de acordo com quantas peças você quer pegar de cada vez, no plano 100 você tem direito a pegar 1 peça por vez; no plano 200 você tem direito a pegar 3 peças por vez; e no plano 300 você tem direito a pegar 6 peças por vez. Mas a dinâmica de todos os planos é a mesma! Você pode trocar as peças todos os dias (ou até mais de uma vez ao dia); há um prazo para devolução da peça (que você poderá usar o quanto quiser); e a peça deverá ser devolvida inteira e lavada, mas não precisa passar.

Imagem: Roupateca

O acervo da Roupateca é composto por peças de qualidade e atemporais, que carregam informação de moda e beleza, e principalmente, por marcas engajadas em construir um mercado de moda mais humano.

 

5. TrocaJogo

Mas se sua praia for videogame, também tem boas notícias!

O TrocaJogo é o maior site destinado a trocas de jogos de videogame no Brasil. Pensado como meio de aproximar pessoas e promover a troca de jogos originais de videogame, ofertas de jogos piratas não são permitidos no site, com pena de banimento do TrocaJogo e denúncia aos órgãos competentes. Além disso, o site incentiva aos usuários que identificarem esse tipo de conduta, denunciem através do Fale Conosco.

Imagem: TrocaJogo

Apesar de reunir usuários amantes de videogames, o site apenas realiza a intermediação dos interessados. As trocas são realizadas diretamente entre os usuários, presencialmente ou via Correios. E por isso, o TrocaJogo não se responsabiliza pelas transações realizadas pelo site, recomendando aos usuários que antes de finalizar as negociações, conheçam melhor o histórico da outra parte interessada, solicitando informações que atestem a confiabilidade.

 

Com informações de: Bliive, Consumo Colaborativo, EBC, Exame, LivraLivro, Quintal de Trocas, Roupateca, TrocaJogo.

 

Tags:

Um comentário

  1. […] Existem coisas que só são necessárias em situações pontuais. Nesses casos, a melhor coisa a se fazer é emprestar esses objetos ao invés de comprá-los. Isso vale para livros, furadeiras, ferramentas, entre outros. Existem aplicativos e feiras de troca para isso, falamos aqui sobre isso! […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *