ConsumoSemana TemáticaTecnologia

Cataki: o aplicativo que conecta catadores e gera renda

Aplicativo aproxima geradores e catadores de resíduos, aumentando reciclagem e renda.

 

De acordo com estimativa do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais, existem hoje cerca de 800 mil catadores de materiais recicláveis em atividade no país, a maior parte dos catadores são do gênero feminino, cerca de 70% da categoria. São eles que coletam diariamente cerca de 90% de tudo que é reciclado no Brasil, segundo dados do IPEA.

Invisíveis aos olhos da sociedade e diretamente envolvidos com o processo de reciclagem, os catadores têm um papel fundamental na gestão de resíduos sólidos, atuando, em sua maioria, nas atividades da coleta seletiva, triagem, processamento e comercialização destes materiais recicláveis. Eles são a base da pirâmide de um setor não regulado e não reconhecido.

Não há reciclagem sem catador.

Além disso, os catadores sobrevivem com a venda dos materiais que coletam. Plástico e papelão por exemplo, valem cerca de R$ 0,20 / kg, e o vidro cerca de R$ 0,05 / kg. Ou seja, é bastante trabalho para pouca renda gerada.

Pensando nisso, surgiu o Cataki. Uma plataforma digital desenvolvida para aproximar pessoas com consciência ambiental e catadores de materiais recicláveis. Disponível de forma gratuita para celulares iPhone (iOS)Android, a ferramenta mapeia as áreas de atuação e oferece o contato dos catadores mais próximos da localização atual do usuário. Pelo app, é possível consultar biografia, foto de perfil, telefone de contato e o tipo de material que o profissional recolhe.

Como funciona?

O serviço apresenta pessoas que recolhem qualquer tipo de material, como lixo, alumínio, metal, baterias, produtos eletrônicos, móveis, entulhos e outros. Para acessar a plataforma pelo celular, não é necessário um cadastro, apenas os profissionais catadores precisam criar uma conta e expor seus dados de contato. A comunicação com os catadores não é realizada dentro do sistema do Cataki. Para chamar um profissional para recolher materiais em sua casa ou em locais próximos, abra um perfil de catador para visualizar o contato telefônico.

O Cataki foi desenvolvido pelo Pimp my Carroça, movimento que promove a visibilidade dos catadores, realiza ações criativas com o uso do grafite para melhorar a autoestima desses trabalhadores.

Foram diversos prêmios e reconhecimentos recebidos nestes anos, como o ‘Premio del Água y Saneamiento para America Latina y Caribe’, na categoria de resíduos sólidos, em 2015 e o ‘Netexplo 2018’ de Inovação Digital da UNESCO, em 2018.

Atualmente pouco mais de 1.400 catadores estão cadastrados na plataforma. Há ainda muito trabalho a ser feito. E você pode ajudar a ampliar esta rede. Catador, catadora, se cadastrem.

Voluntário, voluntária, cadastre o catador da sua rua. Aquela mulher da cooperativa, aquele homem que puxa carroça… fale com eles!

 

 

Tags:

Um comentário

  1. […] para recolher materiais recicláveis. Uma dessas iniciativas é o Cataki (já falamos sobre ele aqui) – uma plataforma digital desenvolvida para aproximar pessoas com consciência ambiental e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *